*
 

Uma mulher matou o marido com um golpe de machado e ocultou o corpo por dois meses em Santo Antônio de Goiás, na região metropolitana de Goiânia. O crime ocorreu em 2 de dezembro, mas, somente nesse sábado (3/2), a polícia descobriu o assassinato. A mulher de 44 anos foi presa e responderá por homicídio e ocultação de cadáver.

Segundo o depoimento da acusada à Polícia Civil de Nerópolis, onde foi registrada a ocorrência, Francisco das Chagas, 41 anos, chegou bêbado em casa e, após uma discussão, tentou agredi-la. Para se defender, ela golpeou o homem com um machado, acertando a cabeça do parceiro com o lado contrário a lamina.

Francisco teria caído sentado em uma cadeira com sangue saindo pela boca e pelas narinas. A mulher se escondeu dentro do quarto junto com os filhos, pois estaria com medo que ele tentasse atacá-la novamente.

Ainda de acordo com o depoimento, a mulher teria saído de casa com os filhos, sem ter certeza se o marido estava morto ou não. Somente ao retornar à residência, ela confirmou o óbito.

Em desespero pelo crime, a mulher ligou para o ex-marido, com que mantém amizade, e para outro filho. Os dois também constataram a morte de Francisco da Chagas. O homem ainda ficou por mais um dia no local e, durante a noite, jogaram o corpo em uma cisterna.

O crime só foi descoberto nesse sábado (3) após familiares denunciarem o desaparecimento de Francisco à Polícia Militar. Assim que questionada, a mulher confessou o crime e revelou o local onde o cadáver estava. O ex-marido e o filho também responderão por ocultação.