PF prende falsa enfermeira que participou de vacinação ilegal em BH

Mônica Pinheiro Torres de Freitas, cuidadora de idosos, é suspeita de comercializar e aplicar vacinas em empresários do ramo de transportes

atualizado 30/03/2021 23:18

PF encontra soro utilizado na vacinação às escondidasDivulgação/ PF

A Polícia Federal (PF) prendeu, na noite desta terça-feira (30/3), Mônica Pinheiro Torres de Freitas, suspeita de participar do esquema de vacinação ilegal contra Covid-19 articulado por empresários do ramo de transportes em Belo Horizonte (MG). São informações do G1.

Mônica é cuidadora de idosos e se passava por enfermeira para comercializar e aplicar vacinas contra a Covid-19 ilegalmente.

A casa dela, no bairro Itapoã, na região da Pampulha, foi alvo de busca e apreensão durante a tarde desta terça. Ela e o filho, Igor Torres de Freitas, prestaram depoimento.

Ele foi ouvido e liberado, assim como o motorista da família, suspeito de ter transportado a dupla e as doses.

Mônica responderá por falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais, conforme prevê o artigo 273, e pode pegar de 10 a 15 anos de reclusão e multa.

Últimas notícias