PF faz operação contra lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio

As buscas são um desdobramento da primeira fase da Operação Egypto, deflagrada em 2019

atualizado 03/03/2021 8:50

Tomaz Silva/Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (3/3) a Operação Fractais, a terceira fase da Operação Egypto, para investigar a ocultação de patrimônio dos investigados, com suspeita de lavagem de dinheiro.

Os agentes cumprem 13 mandados de busca e apreensão e sete de prisão temporária no Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

As ordens judiciais também determinam o bloqueio de 170 imóveis registrados em nome dos investigados e de “laranjas”, com valor total estimado em R$ 80 milhões e a apreensão de veículos.

A Operação Egypto foi deflagrada pela primeira vez em 21 de maio de 2019, em conjunto com a Receita Federal, para investigar instituição financeira que atuava sem autorização do Banco Central. A ação teve o apoio da Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

Últimas notícias