PE: chuvas deixam 93 mortos, 26 desaparecidos e 5 mil desabrigados

De acordo com a Secretaria de Defesa Social, forças de segurança e Exército fazem buscas em sete pontos de deslizamento no estado

atualizado 30/05/2022 18:00

foto de soldados trabalhando em destroços em PernambucoFoto: Reprodução/Twitter Exército Brasileiro

Na manhã desta segunda-feira (30/5), a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco informou que, até o momento, foram confirmadas 91 mortes em decorrência das enchentes e deslizamentos no estado desde a última quarta-feira (25/5).

De acordo com a pasta, 26 pessoas seguem desaparecidas e cerca de 5 mil estão desabrigadas.

“Estamos trabalhando com força total, mobilizando os recursos disponíveis, buscando profissionais de vários estados do Brasil com especialidade em resgate em áreas de deslizamentos, além de suporte às áreas atingidas por terra, água e ar. Para isso, estamos buscando todas as formas de amenizar os graves impactos das fortes chuvas. É preciso, nesse momento, enaltecer o empenho incansável de todos os profissionais envolvidos nessa operação e também a corrente de solidariedade que uniu pernambucanos e brasileiros de todos os lugares”, informou o secretário de Defesa Social, Humberto Freire.

Além da Defesa Civil, as forças de segurança e Exército fazem buscas em sete pontos de deslizamento. São elas: Zumbi do Pacheco e Curado IV (Jaboatão dos Guararapes); Areeiro (Camaragibe); Monte Verde/Ibura, Barro e Guabiraba (Recife) e Paratibe (Paulista).

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

A operação envolve 198 bombeiros militares de Pernambuco, 11 bombeiros da Paraíba, 7 de Minas Gerais, 8 do Rio Grande do Norte. Além disso, ajudam nas buscas oito policiais militares, 100 guardas municipais e 25 funcionários da Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb).

Outros 60 militares do Exército, 22 profissionais da Marinha e 4 policiais civis da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil de Pernambuco colaboram para encontrar desaparecidos.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias