Pastor dizia ungir partes íntimas de mulheres para “tirar magia negra”

Quatro mulheres denunciaram os abusos, sendo duas menores. Ele foi preso na manhã desta quarta-feira (18/5), em Cuiabá

atualizado 18/05/2022 21:28

Imagem colorida de um pastor acusado de abusar de mulheresReprodução/Redes sociais

O pastor Lourival Santos de Andrade, 42 anos, é suspeito de abusar de mulheres em Confresa (MT), cidade a 1.160 km de Cuiabá (MT).  Como desculpa para cometer os crimes, ele passava “óleo ungido” nas partes intimas das vitimas com a intenção de “tirar magia negra”.

Quatro mulheres denunciaram os abusos, sendo duas menores. Ele foi preso nesta quarta-feira (18/5), em Cuiabá.

De acordo com as informações da Policia Civil de Mato Grosso (PCMT), o suspeito morava em Cuiabá e cometia os crimes quando ia a Confresa realizar cultos.

Leia mais em RD News, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias