Pastor confessa ter estuprado menina de 12 anos por dois meses em SP

Homem de 38 anos foi preso nessa segunda-feira (25/4) em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Vítima frequentava igreja em que ele era pastor

atualizado 26/04/2022 11:00

Um homem de 38 anos foi preso nessa segunda-feira (25/4) após confessar ter estuprado uma menina de 12 anos durante dois mesesPolícia Civil

São Paulo – Um homem de 38 anos foi preso nessa segunda-feira (25/4) após confessar ter estuprado uma menina de 12 anos durante dois meses. Ele é pastor de uma igreja evangélica em Itanhaém, no litoral de São Paulo.

O homem contou para duas pessoas que mantinha um “relacionamento amoroso” com a garota. Essas duas pessoas o denunciaram para a polícia, segundo informações do G1.

0

A vítima frequentava a igreja na qual ele era pastor no bairro Jardim Coronel. No entanto, o religioso cometia o estupro nos fundos de uma obra, em frente à casa da menina.

Após ser procurada pela polícia, a mãe conversou com a filha que relatou ter tido relações sexuais sem preservativos em duas ocasiões com o homem de 38 anos.

O pastor tentou negar o crime, mas confessou ao ser confrontado com provas. A ocorrência foi registrada no 2° Distrito Policial de Itanhaém.

O homem, que é casado e tem uma filha, foi preso e levado para a cadeia pública de Peruíbe.

Mais lidas
Últimas notícias