Parque da Chapada dos Veadeiros terá visitação noturna: veja regras

A partir desta quinta (31/3), grupos guiados por condutores credenciados poderão visitar as trilhas e cachoeiras do parque durante a noite

atualizado 30/03/2022 15:35

Céu da Chapada dos Veadeiros (GO)Giovanna Bembom/Metrópoles

Goiânia – O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV) iniciará uma nova etapa de visitação nesta quinta-feira (31/3). A partir de agora, entre quinta e sábado, será permitida a entrada de turistas durante a noite, acompanhados por guias credenciados (veja regras abaixo).

A novidade anunciada pela SociParques, empresa concessionária responsável pelo apoio aos visitantes e serviços de infraestrutura no PNCV, surge no sentido de diversificar as possibilidades de experiências oferecidas aos milhares de turistas que visitam a região todos os anos.

Essa é a primeira vez que as trilhas e cachoeiras do parque são abertas para esse tipo de visitação. Até então, existia somente a possibilidade de acampamento, mas que contemplava apenas uma das trilhas (trilha laranja – Sete Quedas).

0

Na iniciativa atual, não será permitida a prática de camping, somente a visitação a partir das 20h, com retorno até às 18h do dia seguinte. A ideia é que o visitante possa vivenciar a noite, a madrugada e o amanhecer nas trilhas do parque, com regras que já são aplicadas em visitas durante o dia.

A entrada só será permitida a partir da Vila de São Jorge, em Alto Paraíso de Goiás (GO), onde fica a sede do parque. Os ingressos já estão à venda no site da SociParques. Qualquer dúvida pode ser esclarecida nos seguintes contatos: 62 99642-9828 (via WhatsApp) ou [email protected]

Regras da visitação noturna

Os turistas, no entanto, deverão se atentar para alguns detalhes, antes de fazerem a visita ao parque durante a noite, conforme o previsto no Protocolo Operacional de Visitação. Vejas as regras:

– Serão permitidos grupos de no máximo seis visitantes cada, acompanhados de um condutor credenciado no Parque da Chapada dos Veadeiros (é bom entrar em contato e fechar a visita guiada, antes da compra do ingresso);

– A visita noturna será nas noites de quinta a sábado, com entrada à partir das 20h, e terá um percurso que contemplará os seguintes roteiros: Saltos, Carrossel e Corredeiras e Seriema;

– Não é recomendado o banho de rio durante a visitação, mas não é algo proibido, visto que parte do trajeto poderá ocorrer durante o dia, com retorno obrigatório até às 18h do dia seguinte;

– O condutor e os visitantes são responsáveis por suas próprias lanternas para acesso ao parque, preferencialmente lanternas de cabeça. Não será aceito o uso de lanternas de telefone celular;

– A visita noturna não terá área de camping;

– Os ingressos deverão ser adquiridos com antecedência, pois os serviços de bilheteria na entrada do parque na Vila de São Jorge não estarão disponíveis no horário noturno (opções: bilheteria do parque até às 16h ou um dia antes via site da SociParques);

– Tanto a entrada como a saída do parque deverá ser devidamente registrada e informada pelo condutor de cada grupo ao vigilante responsável.

O parque

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV) foi criado em 1961 e possui, hoje, uma área de mais de 240 mil hectares, que abrange territórios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Teresina de Goiás, Nova Roma e São João d’Aliança (todos em terras goianas).

Trata-se de um cinturão de Cerrado nativo, com trilhas e cachoeiras, numa região que sofreu, ao longo do tempo, com a pressão do avanço da atividade agrícola. O parque foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, em 2001.

As visitas noturnas começam justo no início de período de seca na região, com redução das chuvas e do risco de aumento expressivo das águas nos rios e cachoeiras. O parque pode ser visitado o ano todo, mas o período de seca e, portanto, menos arriscado, vai de maio a outubro.

De Goiânia, a entrada do parque, em São Jorge, fica a 460 Km. De Brasília, a distância é de 260 Km. Mais detalhes e orientações podem ser vistos no site do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Mais lidas
Últimas notícias