País ganhou 2 milhões de eleitores entre 16 e 18 anos, diz Fachin

O número representa aumento de 47,2% em relação ao mesmo período de 2018; e de 57,4% em comparação aos primeiros quatro meses de 2014

atualizado 05/05/2022 16:32

eleitores fazem fila no TRE em goiânia para regularizar título eleitoral

Um dia após o encerramento do prazo para registrar ou regularizar o Título de Eleitor, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou, nesta quinta-feira (5/5), que o país bateu recordes no cadastro de novos eleitores.

Entre janeiro e abril deste ano, o Brasil ganhou 2.042.817 eleitores entre 16 e 18 anos. O número representa aumento de 47,2% em relação ao mesmo período de 2018.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

Além disso, o indicador é 57,4% maior que o registrado entre janeiro e abril de 2014. Os números são positivos diante das campanhas da Justiça Eleitoral para incentivar jovens a emitirem o Título de Eleitor. Durante a abertura da sessão desta quinta-feira, o ministro Edson Fachin, presidente do TSE, comemorou o recorde.

“A juventude brasileira foi convocada a participar das eleições em outubro, e a resposta foi impressionante. Bom lembrar que a Justiça Eleitoral sempre realiza campanhas de conscientização e incentivo ao eleitorado como um todo, em especial aos jovens, por meio da mídia e nas escolas. Desta vez, o que vimos foi a sociedade brasileira mobilizada pela democracia”, afirmou Fachin.

Somente no mês de abril, o país teve 991,4 mil novos títulos registrados para eleitores de 16 a 18 anos de idade. O número é 89,7% maior que o computado em março, 522,4 mil.

Na quarta, a Justiça Eleitoral encerrou o prazo para registrar ou regularizar o título. Até as 23h59 de quarta, o TSE computou 1,3 milhão de atendimentos. Do total, 830.850 serviços foram realizados pela internet. Por volta das 13h59, a página do TSE contabilizou recorde de 345 mil acessos simultâneos.

Os demais 512.756 registros foram feitos de forma presencial durante todo o dia. De acordo com o TSE, até as 18h, a maioria dos estados havia finalizado o atendimento. No Maranhão, porém, o cadastro e a regularização do documento ocorreram até as 22h.

“Nos últimos 31 dias, foram registrados 8.951.527 pedidos, sendo 4.557.342 de forma presencial nos cartórios pelo sistema Elo e 4.394.185 solicitações feitas de forma virtual pelo Título Net”, informou o TSE.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias