Pai preso por matar bebê acreditava que filho não era legítimo

O homem bateu a cabeça da criança no chão pelo menos cinco vezes e arremessou o bebê desacordado contra a parede

atualizado 27/03/2020 17:17

O homem que foi preso sob suspeita de matar o filho de 1 ano e 5 meses ao bater diversas vezes a cabeça do bebê no chão, em Cesário Lange (SP), acreditava que o filho não era legítimo. As informações são do G1.

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem estava sob efeitos de drogas, na última quarta-feira (25/03), e se desentendeu com a esposa. Em seguida, o suspeito foi até o quintal da casa e pegou a criança que brincava com os irmãos.

O homem agrediu o filho, batendo a cabeça dele no chão pelo menos cinco vezes. Instantes depois, ele arremessou o bebê desacordado contra a parede do quarto.

A polícia foi acionada pela esposa do criminoso, que foi detido por homicídio qualificado por motivos fúteis e cruéis. O suspeito já havia passagem pela polícia por agressão ao bebe à companheira.

Últimas notícias