Paes anuncia intervenção no BRT e na bilhetagem dos ônibus do Rio

Prefeito do Rio afirma ainda que fará nova licitação para a prestação desses serviços na cidade

atualizado 03/03/2021 14:34

Eduardo Paes conversa com Raquel Sheherazade para o MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

Rio de Janeiro – O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou, nesta quarta-feira (3/3), uma intervenção no sistema de transporte BRT do Rio e na bilhetagem eletrônica dos ônibus da cidade.

Em anúncio nas redes sociais, Paes disse que o município cuidará dos corredores exclusivos e do controle das passagens até a conclusão de uma nova licitação, ainda sem previsão para ocorrer.

“Na manhã de hoje [quarta-feira], tivemos uma reunião com as concessionárias do sistema de transporte da cidade do Rio de Janeiro. Informamos a eles que serão retirados da concessão o sistema de bilhetagem e o sistema de BRT”, escreveu o prefeito.

“Ambos serão objetos de futura licitação a ser feita pela prefeitura. Estamos trabalhando a partir de hoje nessa transição. Na bilhetagem, criando mecanismos de maior controle no sistema até que a nova concessionária assuma. No BRT, estamos preparando a intervenção por parte da prefeitura, que fará a operação do sistema até também que se conclua nova licitação”.

O prefeito escreveu ainda que “essas medidas não vão provocar provavelmente resultados no curtíssimo prazo”.

“Esperamos que muito em breve o sistema de BRT possa voltar a funcionar com a qualidade que a população precisa e merece”, concluiu. Segundo Eduardo Paes, os prazos para essas ações serão informados nas próximas semanas.

O Consórcio BRT e a RioCard — responsável pela bilhetagem eletrônica do estado do Rio — informaram que não vão se pronunciar sobre o anúncio do prefeito.

Últimas notícias