Padre de 37 anos morre por complicações da Covid-19 no Espírito Santo

O padre Fernando Antônio foi intubado cinco dias depois de iniciar o tratamento e morreu após ficar 18 dias internado

atualizado 21/06/2021 18:38

Padre Fernando Antônio Silva de SouzaReprodução/Instagram

O padre Fernando Antônio Silva de Souza, de 37 anos recém-completados, morreu por causa de complicações causadas pelo novo coronavírus na tarde desta segunda-feira (21/6). Ele ficou 18 dias internado no Hospital Santa Rita, em Vitória, capital do Espírito Santo.

A Arquidiocese de Vitória informou que o sacerdote teve de ser intubado, quando completou cinco dias do início do tratamento. O padre Jorge Campos, vigário-geral da arquidiocese da capital e reitor do Seminário Nossa Senhora da Penha, revelou que os sintomas de Fernando começaram de forma leve.

Segundo o jornal Folha Vitória, o vigário-geral contou que a equipe médica decidiu iniciar a internação do padre para que fosse acompanhado mais de perto, apesar de ele não ter apresentado complicações.

Antes de ser intubado, o sacerdote manteve contato constante com os colegas religiosos, esperançoso de sair logo do hospital. O reitor do seminário relata que padre Fernando passou por um processo difícil após a piora no quadro de saúde.

“Ele teve uma queda da oxigenação e precisou ser intubado. Após ter alguma melhora ele foi extubado, mas imediatamente teve que ser intubado novamente porque o quadro se agravou a cada dia. E pelo que a gente tem conhecimento ele não possuía comorbidades”, conta padre Jorge.

Padre Fernando se tornou pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Vitória, no ano de 2018. Ele também exercia a função de coordenador da Comissão Bíblico-Catequética da Arquidiocese de Vitória e era coordenador da Área Pastoral de Vitória.

Renato Casagrande, governador do Estado, lamentou a morte do sacerdote nas redes sociais e demonstrou apoio a mais uma perda causada pela Covid-19.

Últimas notícias