Operação “Bon Vivant” prende o “Barão do iPhone” em Goiás

Golpista criava perfis falsos em redes sociais para vender iPhone, sem fazer a entrega ao consumidor enganado ou entregando produto avariado

atualizado 14/07/2021 13:04

iPhone Operação Polícia Civil GOReprodução/PCGO

Goiânia – Um golpista de 26 anos, classificado pela Polícia Civil de Goiás como o “Barão do Iphone”, foi preso na operação batizada de Bon Vivant na cidade de Pontalina, no sul de Goiás, a 130 km da capital.

A investigação aponta que o criminoso criava perfis em redes sociais para comercializar modelos de iPhone, da Apple. Ao concluir a negociação, com o pagamento efetuado, o vendedor simplesmente não entregava a mercadoria. 

Após a prisão nesta terça-feira (13/7), o acusado foi levado para a Unidade Prisional de Pontalina.

0

 

Fraudes e exibicionismo

As investigações mostraram que o golpista deixava de entregar a mercadoria ou a entregava com algum vício. O golpe, combinado com outras práticas criminosas fraudulentas, prejudicou pessoas de todo Brasil.

O investigado possuía um sofisticado mecanismo de engenharia social, passando-se por lojas renomadas e forjando comentários de supostos clientes satisfeitos, tudo para transmitir confiança para as pessoas lesadas. Ele ostentava uma vida de luxo e viagens, padrão inconsistente com a renda que dizia auferir.

Mais lidas
Últimas notícias