OMS pede que Brasil apoie quebra de patentes de vacinas contra Covid

A questão sobre a propriedade das vacinas está em debate na Organização Mundial do Comércio, que vive um impasse

atualizado 04/04/2021 11:54

vacinaAline Massuca/Metrópoles

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu ao governo brasileiro que apoie a suspensão de patentes de vacinas contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Durante reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o diretor-geral da OMS, Tedros Gebreyesus, defendeu a proposta. A informação foi revelada pelo colunista do portal UOL Jamil Chade.

Cem países em desenvolvimento querem que a propriedade intelectual sobre esses produtos seja suspensa enquanto a pandemia durar.

O Brasil criticou a ideia, mas hoje sofre pressão cada vez maior, inclusive por parte do Congresso, para apoiar o movimento.

A questão sobre a propriedade das vacinas está em debate na Organização Mundial do Comércio, que vive um impasse diante do racha na comunidade internacional.

Durante a reunião, Queiroga pediu ajuda para que o país consiga mais vacinas nos próximos três meses. Além disso, ele adiantou que fábricas de vacinas para animais podem ser adaptadas para produzirem o imunobiológico contra a Covid-19.

Últimas notícias