Obras projetadas por Niemeyer em quatro cidades são tombadas

Com isso, 27 prédios não podem ser destruídos, demolidos ou mutilados. Reformas e restauros devem ser autorizadas pelo Iphan

atualizado 22/04/2021 14:16

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) oficializou o tombamento definitivo de 27 obras projetadas por Oscar Niemeyer. Prédios em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Niterói (RJ) receberam a certificação.

O reconhecimento como Patrimônio Cultural do Brasil foi aprovado em 2016, quando o Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Iphan decidiu pelo tombamento. Contudo, a oficialização ocorreu nesta quinta-feira (22/4).

Com isso, os prédios não podem ser destruídos, demolidos ou mutilados. Outras intervenções, como reformas e restauros, devem ser realizadas apenas depois de autorização Iphan.

Brasília tem a maior parte dos bens tombados, como os palácios do Planalto, Jaburu, Itamaraty (foto em destaque) e da Alvorada, os blocos ministeriais, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Já no Rio de Janeiro, está a Passarela do Samba e a Casa das Canoas, projetada originalmente para ser a residência de Niemeyer.

Em São Paulo, por exemplo, está o conjunto projetado para o Parque do Ibirapuera, que inclui os palácios das Artes, das Nações, dos Estados, da Indústria e o da Agricultura, além da Grande Marquise.

“O tempo foi o grande aliado de Niemeyer, provando o seu aceno e genialidade, já nos anos quarenta, ao propor alternativas às limitações impostas pelo excessivo atrelamento da forma à função que levaria, inexoravelmente, a edifícios muito limitados e similares”, avalia o arquiteto e antropólogo Lauro Cavalcanti, em análise que consta no processo de tombamento.

Internacionalmente reconhecido

A obra de Niemeyer é reconhecida mundialmente. O brasileiro é considerado um dos maiores arquitetos de todos os tempos.

Somente em Brasília, ele projetou mais de 50 prédios e monumentos. Há ainda projetos espalhados por São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Pará, Paraíba, entre outros estados.

0

No exterior, Estados Unidos, Líbano, Israel, França, Itália, Argélia, Portugal e Inglaterra são alguns dos países com prédios arquitetados por Niemeyer.

Em 1956, participou da concepção de Brasília ao lado de Lucio Costa, sendo autor de diversos projetos, como os palácios da Alvorada, do Planalto, o Congresso Nacional e o Teatro Nacional.

Veja a lista dos bens representativos do conjunto da obra do arquiteto Oscar Niemeyer:

  • São Paulo (SP)

Conjunto de edificações projetadas por Oscar Niemeyer para o Parque do Ibirapuera: Palácio das Artes, Palácio das Nações, Palácio dos Estados, Palácio da Indústria, Palácio da Agricultura e Grande Marquise.

  • Niterói (RJ)

Museu de Arte Contemporânea de Niterói

  • Rio de Janeiro (RJ)

Passarela do Samba
Casa das Canoas

  • Brasília (DF)

Palácio Jaburu
Quartel General do Exército
Blocos Ministeriais e anexos
Supremo Tribunal Federal
Palácio do Planalto
Congresso Nacional
Palácio da Alvorada (incluindo a Capela)
Capela Nossa Senhora de Fátima
Palácio do Itamaraty e anexos
Palácio da Justiça
Pombal
Casa de Chá
Praça dos Três Poderes
Touring Club do Brasil
Conjunto Cultural da República (Museu da República Honestino Guimarães e Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola)
Espaço Oscar Niemeyer
Conjunto Cultural da Funarte
Memorial dos povos indígenas
Memorial JK
Teatro Nacional Cláudio Santoro
Panteão da Liberdade e Democracia Tancredo Neves
Espaço Lúcio Costa
Museu da Cidade

Últimas notícias