O que se sabe sobre o deslizamento na BR-376, no Paraná

Pelo menos 30 pessoas podem ter sido soterradas. Até agora, seis foram resgatadas, sendo que duas não resistiram aos ferimentos no Paraná

atualizado 01/12/2022 9:26

Imagem colorida mostra deslizamento de terra em rodovia do Paraná, com trabalho da Defesa Civil - metropoles Reprodução/Defesa Civil do PR

As buscas por vítimas após deslizamento na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, entraram no terceiro dia nesta quinta-feira (1º/12). Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Polícia Científica trabalham de maneira ininterrupta no atendimento à ocorrência no Km 669, na região da Serra do Mar.

O primeiro deslizamento na BR-376 foi registrado na tarde de segunda-feira (28/11), por volta das 16h. Parte da encosta cedeu e atingiu uma das faixas. A concessionária interditou o local e, mais tarde, liberou o trânsito em pista única.

Por volta das 19h15, o trecho do Km 669 desmoronou, e os veículos que estavam no congestionamento acabaram levados pela lama. A terra atingiu cerca de 200m da rodovia.

Vítimas e veículos

De acordo com o Corpo de Bombeiros, pelo menos, 30 pessoas podem ter sido soterradas. Até o momento, seis foram resgatadas, sendo que duas não resistiram aos ferimentos.

Segundo o Gabinete de Crise, do Governo do Paraná, não há exatidão na quantidade de veículos que estão embaixo da lama, mas estimam-se seis caminhões e 10 veículos menores.

Leia a matéria completa no portal Banda B, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias