metropoles.com

Nova casa de Bolsonaro fica a 160 metros de onde estão joias da Arábia

Casa onde Jair Bolsonaro ficará a partir desta quinta-feira (30) fica a uma caminhada de dois minutos da Fazenda Piquet, onde estão as joias

atualizado

Breno Esaki/Metrópoles

A entrada da quadra 2 do Condomínio Solar de Brasília — que a partir desta quinta-feira (30/3) será o novo lar do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) — fica a 160 metros de distância da entrada da Fazenda Piquet, onde o político guarda as joias que ganhou da Arábia Saudita.

Os presentes que Bolsonaro ganhou ao longo do mandato e foram incorporados ao patrimônio pessoal do ex-mandatário estão na fazenda que é propriedade do ex-piloto de Formula 1 Nelson Piquet. De acordo com o Google Maps, a distância entre a nova casa de Bolsonaro e a fazenda onde estão os presentes equivale a uma caminhada de dois minutos.

0

 

Na véspera do retorno previsto do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) ao Brasil, a casa em que ele vai morar na capital federal passou por manutenção. Técnicos trabalharam na troca de fechaduras, segundo registros feitos nesta quarta-feira (29/3) pelo Metrópoles.

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro se mudou para o local com as duas filhas em fevereiro. As janelas já estão com películas escuras desde a reforma feita no imóvel. Bolsonaro saiu do Brasil no dia 30 de dezembro do ano passado, às vésperas da cerimônia de posse de Lula, sem, portanto, passar a faixa presidencial para o sucessor. Ele passou três meses nos EUA.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

As joias

Até agora, descobriu-se que Jair Bolsonaro recebeu pelo menos três conjuntos de joias da Arábia Saudita: o primeiro a ser revelado foi uma coleção feminina, com colar de R$ 16,5 milhões, que ficou retido com a Receita Federal. O segundo trata-se de um grupo de joias masculinas, que passou incólume pela fiscalização, mas após determinação do Tribunal de Contas da União (TCU) foi devolvido ao patrimônio público. Estes dois pacotes vieram com o ex-ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, em 2021.

Um terceiro conjunto foi recebido, em mãos, durante viagem que o próprio presidente fez ao país árabe, em outubro de 2019. A confirmação veio da defesa do ex-presidente: “Os bens foram devidamente registrados, catalogados e incluídos no acervo da Presidência da República conforme legislação em vigor”. Este pacote continua na fazenda do ex-piloto Nelson Piquet.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0






Quais assuntos você deseja receber?