No Twitter, Moro compara final de Copa América à Lava Jato

O ministro da Justiça afirmou que Brasil e Peru são países que juntam mais esforços para acabar com a corrupção

Hugo Barreto/MetrópolesHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 07/07/2019 16:38

Em sua conta pessoal no Twitter, o ministro da Justiça, Sergio Moro, comparou, neste domingo (07/07/2019), a final da Copa América à operação Lava Jato e disse que Brasil e Peru foram os países que mais lutaram contra a corrupção, nos últimos anos.

Confira:

Moro aceitou o convite do presidnte Jair Bolsonaro (PSL) para ir à final da Copa América, entre Brasil e Peru, em resposta aos novos vazamentos de mensagens envolvendo o ministro da Justiça,  A disputa será no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). “O povo vai dizer se nós estamos certos ou não”, declarou o mandatário do país, nessa sexta-feira (05/07/2019), após evento militar no Batalhão da Guarda Presidencial, em Brasília.

Mensagens vazadas
As primeiras mensagens divulgadas pelo site The Intercept, na noite do dia 9 de junho, mostraram suposta interferência do então juiz Sergio Moro nas investigações da Operação Lava Jato. O atual ministro da Justiça e o coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) em Curitiba, Deltan Dallagnol, teriam trocado colaborações.

Nesta madrugada, o site The Intercept Brasil  mostrou, em parceria com a Folha de S.Paulo, novas conversas em que a força-tarefa da Lava Jato teria se empenhado em revelar informações sigilosas sobre atos de corrupção na Venezuela a fim de dar uma resposta política ao endurecimento do regime imposto pelo presidente Nicolás Maduro ao país vizinho.

As mensagens mostram que os procuradores tomaram tal decisão após receber sugestões do então juiz federal Sergio Moro.

Últimas notícias