No Twitter, Lula diz que votaria em FHC e critica Ciro Gomes

Ex-presidente agradeceu rival tucano por declarar que votaria no petista contra Bolsonaro e afirmou que Ciro "não quer ser amigo"

atualizado 19/05/2021 16:53

LulaDivulgação

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) elogiou o antecessor imediato no Palácio do Planalto, Fernando Henrique Cardoso (PSDB), e criticou o antigo aliado – hoje ácido crítico – Ciro Gomes (PDT), em publicações no Twitter nesta quarta-feira (19/5). O petista comentava entrevistas dadas pelos dois políticos nesta semana.

Em entrevista ao programa Conversa com Bial, exibida na noite dessa terça-feira (18/5), Fernando Henrique Cardoso voltou a afirmar que votaria em Lula em uma disputa contra Bolsonaro (sem partido). FHC ainda chamou o petista de “sagaz” e “rápido”.

“Desde que o conheci, fiquei admirado com a capacidade que ele tinha. Ele percebe na hora, e ele muda na hora também”, completou FHC.

Em resposta, Lula elogiou o comentário do ex-presidente e afirmou que, em uma disputa entre FHC e Bolsonaro, também optaria por não votar no atual chefe do Executivo federal. “Sempre tivemos uma disputa civilizada. (…) Ele sempre foi um intelectual e sabe que não dá pra inventar uma candidatura”, afirmou o ex-presidente na postagem.

Veja publicação abaixo:

Lula e FHC são antigos adversários políticos. Nas eleições de 1994, Fernando Henrique Cardoso foi eleito para o primeiro mandato como presidente da República derrotando Lula por 55,22% a 39,97%. A disputa se repetiu em 1998, quando o tucano foi reeleito, com 53,06%, contra 31,71% de Lula.

Em 2002, o petista enfim chegou ao Planalto, derrotando o candidato de FHC, José Serra (PSDB).

0
Crítica a Ciro Gomes

Por outro lado, Lula criticou os comentários de Ciro Gomes dados em entrevista ao Valor Econômico, na segunda-feira (17/5). Na ocasião, Ciro afirmou que o ex-presidente é “parte central da corrupção” e que tem como única preocupação voltar ao poder. “Lula se esforça para retomar o poder e eu, para recuperar o país. O povo vai arbitrar.”

Em resposta, Lula disse que adoraria dizer que Ciro é seu amigo, mas que “infelizmente ele não quer”. “Quando um não quer, dois não brigam. Não farei jogo rasteiro”, escreveu o ex-presidente.

Veja publicação abaixo:

Ciro rebateu o ex-presidente e publicou em seu Twitter que Lula reduz a política a uma briga de amigos. “Todo mundo sabe que você só considera amigo uma única pessoa no mundo: você próprio. Eu quero, sim, tratá-lo como oponente, em uma disputa política de alto nível, em torno de ideias, propostas, projetos e fatos.”, escreveu.

O ex-governador também acusou Lula de ser o responsável pela eleição de Bolsonaro. “Ou você assume que 70% dos eleitores de SP, RJ, MG, Sul, Norte e Centro Oeste que votaram no Bolsonaro são fascistas e gado como sua corte chama?”, questionou.

Confira as respostas na íntegra abaixo:

Na última pesquisa do Datafolha, Lula aparece com 41% das intenções de voto no primeiro turno em 2022, e Ciro, com 6%.

Ciro Gomes já enfrentou Lula em duas eleições, mas acabou em terceiro lugar em ambas as ocasiões. Ele ocupou o cargo de ministro da Integração Nacional de 2003 a 2006, durante o primeiro mandato de Lula como presidente da República.

Mais lidas
Últimas notícias