“Não tenho relação com esse senhor”, diz secretário citado por desembargador

Sérgio Del Bel Júnior divulgou um vídeo, neste domingo (19/7), esclarecendo o seu envolvimento no caso do desembargador Eduardo Siqueira

atualizado 19/07/2020 16:11

Secretário Municipal de Segurança de Santos (SP), Sérgio Del Bel Júnior,Reprodução

O Secretário Municipal de Segurança de Santos (SP), Sérgio Del Bel Júnior, soltou um vídeo neste domingo (19/7) esclarecendo o seu envolvimento no caso do desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira que humilhou um guarda civil municipal, após ser multado por não utilizar máscara enquanto caminhava na praia.

Nas imagens, Del Bel Júnior conta que o desembargador conseguiu o seu telefone por meio de uma terceira pessoa. “Não tenho nenhum tipo de relação com esse senhor. Não tenho contato pessoal ou funcional”, disse.

0

Ainda segundo o secretário, Siqueira ligou para ele em pelo menos outras duas ocasiões em que se indispôs com a guarda municipal pelo uso de máscaras.”Naquela época, eu tentei de todas as formas acalmá-lo para não criar uma situação de atrito”, explicou.

No sábado (18/7), o secretário estava dirigindo quando recebeu mais um telefonema do desembargador. “Ele estava um pouco alterado, um pouco nervoso demais”, contou. Depois de se falarem por uns minutos, a ligação com Siqueira cai, como é possível ver no vídeo.

De acordo com o depoimento, Del Bel Júnior ligou então para o Comando da Guarda para saber quem era o agente que estava atendendo a ocorrência. “Primeiro, elogiei-o e depois orientarei a equipe a aplicar duas multas: pela falta de mascara e por jogar lixo no chão“, disse.

A Prefeitura de Santos soltou uma nota de repúdio sobre o ato de desrespeito cometido contra os guardas municipais. “Somos veementemente contra qualquer ato de abuso de poder e, por meio do comando da GMC, dá total respaldo ao efetivo que atua na proteção do bem público e dos cidadãos de Santos”, diz o texto.

NOTA DE REPÚDIO A Prefeitura de Santos repudia o ato de desrespeito cometido contra os guardas municipais de Santos no…

Posted by Prefeitura de Santos on Sunday, July 19, 2020

Entenda o caso
Durante a abordagem, o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) disse que não assinaria a multa e confrontou o guarda afirmando que rasgaria o papel, se ele insistisse em aplicar a sanção pela falta de uso do item de proteção.

O guarda alerta que se o desembargador jogasse a multa, ele seria autuado por desperdício em via pública, levando uma segunda punição. Ignorando o profissional, o homem rasgou o papel, jogou na faixa de areia da praia e foi embora em seguida.

“Você quer que eu jogue na sua cara? Faz aí, que eu amasso e jogo na sua cara”, diz. Em seguida, Eduardo Almeida pega o celular e liga para o secretário. “Estou aqui com um analfabeto”, diz o homem, ao telefone. “Eu falei, vou ligar para ele [Del Bel] porque estou andando sem máscara. Eu estou andando nessa faixa da praia e ele está aqui fazendo uma multa. Eu expliquei e eles não conseguem entender”, reclama ao telefone.

 

 

Últimas notícias