“Não consigo me controlar”, diz Bolsonaro sobre erros em dieta

Presidente deixou hospital onde ficou internado desde a madrugada de segunda-feira (3/1) após passar mal

atualizado 05/01/2022 12:37

Bolsonaro concedeu entrevista coletiva após receber alta do hospitalFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo — Ao ser questionado se tem obedecido a dieta indicada a um paciente com seu histórico de saúde, o presidente Jair Bolsonaro reconheceu sua dificuldade em seguir as recomendações médicas.

Internado desde segunda-feira, Bolsonaro tem alta hospitalar

O presidente concedeu entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (5/5) após receber alta hospitalar.

“Eu não consigo me controlar. Recomendaram para não comer pastel e nem caldo de cana, mas é difícil ficar parado.
Queria estar hoje à noite no jogo do Marrone e do Gustavo Lima”, afirmou Bolsonaro. 

0

Na sequência, o presidente acrescentou que vai tentar seguir as recomendações de seus médicos.

Mais cedo, às 8h40 desta quarta-feira, Bolsonaro avisou em publicação no Twitter que teria alta hospitalar. O post foi acompanhado de uma foto em que estava cercado pelos médicos que lhe atenderam. “Tudo posso naquele que me fortalece”, declarou Bolsonaro, no Twitter.

Bolsonaro foi internado para tratar uma obstrução intestinal,  diagnosticada após ele se sentir mal durante as férias em Santa Catarina no último domingo.

No tratamento, além da prescrição de antibióticos, ele foi submetido a uma sonda gástrica para desobstruir o intestino. Também recebeu a uma dieta líquida.

0

Na última terça-feira (4/1), o hospital informou que o presidente já havia retirado a sonda nasogástrica, diante da evolução de seu quadro clínico.

De acordo com a equipe médica, o quadro de suboclusão intestinal do presidente se desfez e se confirmou que, de fato, não seria mais necessária a intervenção cirúrgica.

O cirurgião Antônio Macedo, que operou o político devido à facada sofrida em um comício de 2018, chegou ao hospital por volta das 6h de terça-feira (4/1) para analisar o quadro clínico do mandatário. O profissional veio em um voo fretado das Bahamas, onde ele passava suas férias.

Na madrugada de segunda-feira (3/1), o presidente interrompeu suas férias no litoral catarinense e deu entrada no hospital na capital paulista, onde já ficou internado em outras ocasiões.

0

Bolsonaro ficou em um andar isolado para ele no Vila Nova Star, hospital privado no bairro da Vila Nova Conceição, na zona sul de São Paulo.

O mandatário interrompeu suas férias no Forte Marechal Luz, em São Francisco do Sul (SC), após sentir desconforto abdominal, e pegou um voo fretado com destino a Congonhas, onde desembarcou por volta da 1h30.

O presidente já passou por seis cirurgias relacionadas após ser esfaqueado na campanha eleitoral. Em julho do ano passado, foi internado no mesmo hospital e também recebeu o diagnóstico de obstrução intestinal. Chegou a ser cogitada cirurgia, mas, por fim, indicou-se uma dieta.

Mais lidas
Últimas notícias