Mulher atacada a tiros e facadas tem ovário retirado em cirurgia

Ex-marido é o principal suspeito. Estado de saúde da jovem é considerado estável, após chegar ao hospital com múltiplos ferimentos

atualizado 07/10/2022 11:36

Reprodução/Redes sociais

Segue internada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, a mulher atacada em Monteiro, no Cariri do estado. O ex-marido da vítima é o principal suspeito. De acordo com a equipe médica na manhã desta sexta-feira (7/10), o estado de saúde da jovem é considerado estável. Ela chegou à unidade com múltiplos ferimentos.

Na unidade de saúde, Gilberto Cavalcante, cirurgião geral, informou que a jovem, de 18 anos, precisou reconstruir diversos vasos atingidos pelos golpes de faca. Ele disse que a equipe realizou uma sequência de procedimentos. “Um deles consistiu na retirada de um dos ovários, o do lado direito. No outro [o esquerdo], conseguimos refazer a reconstrução. No momento, a paciente encontra-se estável”, afirmou. A jovem não teve ter outras sequelas em função do crime.

O motivo, segundo relatos, é que ele o suspeito não aceitava o fim do relacionamento. De acordo com informações da polícia, o casal tinha um filho e estava separado há alguns meses. Porém, ainda dividiam a mesma casa e o homem tentava uma reconciliação.

Saiba mais no Portal T5, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias