metropoles.com

MP recomenda, mas Caldas Novas e Rio Quente não adotam lockdown

Municípios adotam medidas mais restritivas para a população, mas descartam o fechamento total das atividades não assenciais

atualizado

Compartilhar notícia

Divulgação
Caldas Novas
1 de 1 Caldas Novas - Foto: Divulgação

Goiânia – Os municípios de Caldas Novas e Rio Quente descartaram o fechamento total das atividades não essenciais nos municípios, o chamado lockdown. No entanto, os municípios adotaram medidas mais restritivas para o comércio local, na tentativa de frear a pandemia de Covid-19 na região, classificada como de calamidade, de acordo com o Mapa da Pandemia. 

As novas medidas foram estabelecidas após uma recomendação do Ministério Público de Goiás (MPGO), na última segunda-feira (22/2), para o fechamentos dos estabelecimentos, inclusiva de clubes e parques aquáticos, com funcionamento apenas de supermercados, postos de combustíveis e serviços de emergência em saúde. De acordo com o documento, o lockdown deveria durar 14 dias.

Caldas Novas

O município de Caldas Novas, um dos principais destinos turísticos de Goiás, lançou uma força-tarefa na cidade para combater  festas clandestinas e aglomerações. O projeto foi lançado nesta quarta-feira (24/2). A ação tem a participação das secretarias de Meio Ambiente, de Obras, de Trânsito, a Postura, Procuradoria do Município, Procon, Vigilância Epidemiológica e Polícia Civil.

Nas redes sociais, a Prefeitura do município informou luto oficial nos dias 24 e 25/2, pelo falecimento do presidente do Caldas Prev, Bauhmam de Alencar Sobrinho, de 44 anos, vítima da Covid-19. Com o fechamento das repartições públicas nestes dias, a administração ainda não publicou o decreto com as novas medidas, o que deve ocorrer nos próximos dias.

No boletim divulgado pela prefeitura, só nesta quarta (24/2), foram registrados cinco óbitos pela doença na cidade. No total, são 91 vítimas fatais da Covid-19 em Caldas Novas.

Na tentativa de desacelerar o contato do coronavírus no município, a Prefeitura já havia determinado lei-seca.

3 imagens
Caldas Novas recua e volta a decretar restrições para enfrentamento da Covid-19
Caldas Novas, destino turístico de Goiás, em razão das águas termais, foi de 2 para 279 casos ativos da Covid, no início do ano
1 de 3

Caldas Novas é um dos destinos turísticos mais procurados de Goiás

Wikipédia/Divulgação
2 de 3

Caldas Novas recua e volta a decretar restrições para enfrentamento da Covid-19

Reprodução
3 de 3

Caldas Novas, destino turístico de Goiás, em razão das águas termais, foi de 2 para 279 casos ativos da Covid, no início do ano

Divulgação/Imagem ilustrativa

Rio Quente

Já o município de Rio Quente, a 180 km de Goiânia, publicou um novo decreto nessa terça-feira (23/2). De acordo com o documento, hotéis, bares, restaurantes e igrejas devem funcionar com a metade da capacidade. Os estabelecimentos podem ficar abertos até às 23h.

Também foi reduzido pela metade a quantidade de pessoas permitidas em feiras livres de caráter gastronômico. A determinação segue as mesmas ordens dos bares e restaurantes. A mesma regra vale para galerias, centros comerciais e afins.

Salões de beleza e barbearia devem funcionar com 30% da capacidade, com esterilização das ferramentas de trabalho após cada atendimento.

Academias de ginástica também podem funcionar com o limite de 50% da capacidade. Os estabelecimentos devem fornecer recipientes individuais de higienização para cada aluno. Ficam proibidas partidas de esportes coletivos e práticas esportivas de contato direto.

Surto de Covid

A sede da Prefeitura de Caldas Novas e a Câmara Municipal foram fechadas ao público, após o prefeito, Kleber Marra (Republicanos), o procurador-geral do município, Rodrigo e Souza Ribeiro e os vereadores Andrei Rocha (DEM) e Andrei Barbosa (Republicanos) testarem positivo para a Covid-19. Outros cinco servidores também foram diagnosticados com a doença, mas não tiveram os cargos divulgados.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?