Movimento negro protesta em SP por auxílio emergencial e vacinação

Na avenida Paulista, manifestantes levaram marmitas vazias. Ato foi organizado pela Coalizão Negra por Direitos em diversas cidades

atualizado 18/02/2021 13:57

São Paulo – O Movimento Negro Brasileiro, por meio da Coalizão Negra Por Direitos, realizou um ato na manhã desta quinta-feira (18/2) na Avenida Paulista, na região central da cidade de São Paulo. Com marmitas vazias nas mãos, os manifestantes reivindicam auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia do coronavírus e vacinação em massa para todos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

As mobilizações nas ruas foram realizadas em diversas capitais e grandes cidades. O movimento proteme ainda  protocolar documentos com a exigência de auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia em todas as casas legislativas estaduais do país e em diversas câmaras municipais.

 

0

“A população negra é aquela mais afetada pela contaminação e pela morte por Covid-19, e também a que mais sofre com a miséria crescente, decorrente da pandemia. Vacina e auxílio emergencial digno e consequente estruturação de uma renda básica permanente são políticas fundamentais para este momento”, diz a coalizão.

Últimas notícias