Mourão diz que reação de embaixador chinês foi “diplomaticamente errada”

Após minimizar ataque de Eduardo Bolsonaro à China, o vice-presidente criticou postura do representante do país asiático

atualizado 27/11/2020 11:49

Romério Cunha/VPR

O vice-presidente  Hamilton Mourão (PRTB) voltou a comentar, nesta sexta-feira (27/11), a repercussão do ataque à China pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL). Para Mourão, o posicionamento do embaixador chinês ao rebater o tuíte do filho de Jair Bolsonaro (sem partido) está “diplomaticamente errado”.

“Diplomaticamente está errado. É a segunda vez que o embaixador chinês reage desta forma. Dentro das convenções da diplomacia, se o camarada se sentir incomodado com isso, ou ele escreve uma carta para o ministro de relações exteriores ou ele vai ao Itamaraty e apresenta suas ponderações, e não vir às redes sociais, porque senão vira um carnaval. O que o Itamaraty coloca ali, tá muito correto”, finalizou, se referindo à reposta do Itamaraty sobre o post do embaixador chinês.

O deputado comentava sobre o programa de tecnologia do governo federal Clean Network, que, segundo ele, “pretende proteger seus participantes de invasões e violações às informações particulares de cidadãos e empresas”. Eduardo sugeriu, a título de exemplo, que espionagens cibernéticas “ocorriam em entidades classificadas como agressivas e inimigas da liberdade, a exemplo do Partido Comunista da China”.

0

Em nota, os representantes chineses rechaçaram firmemente a fala de Eduardo. “Não são condignas com o cargo de presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados. Isso é totalmente inaceitável e manifestamos forte insatisfação e veemente repúdio a esse comportamento”.

Na quarta-feira (25/11), o Itamaraty enviou uma carta à Embaixada da China no Brasil e disse que “não é apropriado aos agentes diplomáticos da República Popular da China do Brasil tratarem dos assuntos da relação Brasil-China atrávés das redes sociais”. As informações são do jornalista Caio Junqueira, da CNN.

0

 

 

 

 

Últimas notícias