Morte por “fungo negro” é investigada na Paraíba

Mucormicose pode ser agravada após infecção pelo novo coronavírus

atualizado 07/06/2021 7:54

Uma mulher morreu vítima de “fungo negro”, na Paraíba.

A paciente do município de Areia de Baraúnas teve Covid-19 e depois foi diagnosticada com a mucormicose, que pode ser agravada após infecção pelo novo coronavírus e baixa imunidade.

Confira mais informações no Portal T5, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias