Morre ex-vereador Masataka Ota, vítima de câncer em São Paulo

Marido da deputada Keiko Ota (PSB-SP) ficou conhecido após o assassinato do filho de 8 anos

atualizado 25/02/2021 11:00

Masataka OtaReproduçã/Youtube

São Paulo – O comerciante e ex-vereador do PSB de São Paulo Masataka Ota morreu na noite dessa quarta-feira (24/2), vítima de uma câncer, no hospital Sírio Libanês. Ota lutava há meses contra a doença que estava em fase de metástase no pulmão e nos ossos.

Ele ficou conhecido após o sequestro e assassinato do filho de 8 anos, em 1997. A morte do filho fez Ota lutar por penas mais rígidas para crimes hediondos no país. A mesma bandeira é defendida pela esposa, a deputada Keiko Ota (PSB-SP). Os dois criaram o Movimento Paz e Justiça.

O menino Ives Otra foi sequestrado por três homens. Eles pediram dinheiro à família, mas acabaram matando o menino porque o garoto reconheceu um dos sequestradores, que era segurança do pai. Ota era dono de lojas de R$ 1,99.

O comerciante ficou frente a frente com os criminosos no julgamento e disse que os perdoou. O ex-vereador deixa a mulher e duas filhas, Ises e Vanessa.

Últimas notícias