Ministério da Saúde anunciará 4ª dose para idosos acima de 80 anos

Medida já foi adotada por alguns estados como Amazonas e São Paulo, mas equipe técnica da pasta aguardava mais evidências

atualizado 21/03/2022 21:02

Primeiro dia de vacinação para idosos a partir de 72 e 73 anosHugo Barreto/Metrópoles

O Ministério da Saúde deve anunciar, ainda nesta semana, a quarta dose da vacina contra Covid-19 para idosos acima de 80 anos. A medida ainda passa por análise da equipe técnica antes de ser aprovada. A informação foi confirmada ao Metrópoles por integrantes da pasta.

Estados como Amazonas e São Paulo já iniciaram a aplicação em idosos, público mais vulnerável à doença. De acordo com o governador amazonense Wilson Lima (PSC), é necessário ter tomado a última dose há ao menos quatro meses.

Há pouco mais de um mês, o ministério se pronunciou contrário à nova inoculação. Segundo a pasta, apesar de ser imprescindível evoluir na cobertura vacinal, a Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização considera a “necessidade de dados mais robustos sobre a efetividade das vacinas após a dose de reforço”. Só assim, será possível identificar o impacto de uma nova dose.

“Assim, o Ministério da Saúde, com base nos dados existentes neste momento, não recomenda a quarta dose de vacinas ou segunda dose de reforço contra a covid-19 para população geral, incluindo indivíduos a partir de 60 anos de idade, com exceção dos imunocomprometidos”, enfatizou a pasta, na ocasião.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, chegou a criticar a decisão do governador João Doria (PSDB) e afirmou que o tucano está “sempre interferindo” na campanha nacional de imunização.

Mais lidas
Últimas notícias