Ministério atrasa entrega de 7 em cada 10 doses de vacina para SP

De 1,4 milhão de doses previstas para esta semana, foram entregues 475 mil; Ministério da Saúde diz que logística é feita em tempo recorde

atualizado 27/07/2021 13:10

vacinaReprodução

São Paulo – O Ministério da Saúde atrasou a entrega de 7 em cada 10 doses da vacina da Pfizer contra Covid-19 previstas para chegarem ao estado de São Paulo no início esta semana. De acordo com a Secretaria estadual de Saúde, estava programada a entrega de um carregamento com 1,4 milhão doses do composto, mas foram encaminhadas apenas 475 mil unidades – equivalente a 33% do total.

Essa quantidade faz parte do lote de 6 milhões de doses da vacina da Pfizer que chegaram ao país entre os dias 20 e 25 de julho. A secretaria diz que enviou ofício à pasta para cobrar as doses que ficaram faltando.

Em nota, o Ministério da Saúde afirmou que a operação logística para a entrega de vacinas aos estados é complexa e realizada em tempo recorde.

“Após a entrega dos imunizantes pelos laboratórios, as doses passam por um controle de qualidade rigoroso, contagem e rotulagem no Centro de Distribuição Logístico, em Guarulhos (SP). Só então depois dessa etapa, os imunizantes são liberados para distribuição, os planos de voos são definidos e os lotes chegam aos estados em até 48 horas”, afirmou o Ministério.

 

0

O atraso na entrega de doses aos estados tem sido recorrente. Nesta segunda-feira, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), criticou a “falta de gestão” e “senso de urgência” do ministério na distribuição de doses. Doria estabeleceu o dia 15 de setembro como a data-limite para a imunização com ao menos a primeira dose de todos os adultos no estado.

No Rio de Janeiro, a imunização foi paralisada na última sexta-feira (23/7) por falta de doses e deve ser retomada nesta quarta-feira (28/7), segundo a Secretaria municipal de Saúde.

Como preconiza o Programa Nacional de Imunização, toda dose de vacina é enviada ao Ministério da Saúde que tem a responsabilidade de repassá-las aos estados que, por sua vez, as distribuem para os municípios.

Últimas notícias