Doria critica “falta de gestão e senso de urgência” em gestão da vacinação

Governador de SP disse que governo federal mantém estoque de 16 milhões de doses e diz que gestão do Ministério da Saúde é "vergonhosa"

atualizado 26/07/2021 15:04

Governador João DoriaFoto: Fábio Vieira/Metrópoles

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), acusou o Ministério da Saúde de manter em estoque 16 milhões de doses da vacina contra Covid-19 e classificou a situação como falta de gestão.

“Ministério da Saúde tem 16 milhões de vacinas paradas em estoque e centenas de brasileiros morrendo diariamente por falta de vacinas. Vergonhosa essa falta de gestão e senso de urgência”, escreveu o governador em sua página no Twitter nesta segunda-feira (26/7).

 

O Metrópoles procurou o Ministério da Saúde, mas ainda não obteve resposta.

O governador paulista tem atribuído ao governo federal a responsabilidade pelos recorrentes atrasos na entrega das doses. É de responsabilidade do ente estadual receber os insumos e distribuí-los aos municípios. Doria estabeleceu o dia 15 de setembro como a data limite para todos os adultos no estado receberem ao menos uma dose da vacina.

Nesta segunda-feira, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), adiou a vacinação da população de 28 anos que estava prevista para começar na quarta-feira por causa da falta de doses.

0

 

Últimas notícias