MG investiga 1º caso de suspeita de morte por varíola dos macacos

Paciente com suspeita da doença morreu em Uberlândia, no sábado (11/6). Ainda não há registro de vítimas no mundo, segundo a OMS

atualizado 13/06/2022 12:13

varíola dos macacosBymuratdeniz/Getty

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais anunciou, nesta segunda-feira (13/6), que recebeu notificação sobre a morte de um paciente com suspeita de varíola dos macacos no estado. Este é o primeiro óbito que pode estar relacionado à doença, em todo o mundo.

Não foram divulgadas informações sobre idade ou gênero do paciente; porém, trata-se de um residente de Uberlândia, que trabalha em Araguari, no Triângulo Mineiro.

De acordo com a pasta, este é o primeiro caso suspeito da doença no estado. O paciente foi a óbito no sábado (11/6). Contatos próximos estão sendo monitorados, mas nenhum foi identificado como sintomático. A Fundação Ezequiel Dias (Funed) está responsável pela análise das amostras coletadas.

Até o momento, não houve mortes em decorrência da doença no mundo, segundo informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Avanço da doença

O Ministério da Saúde informou, no último domingo (12/6), que recebeu a confirmação do terceiro caso de varíola dos macacos no país. O paciente é de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

O homem diagnosticado tem 51 anos e histórico de viagem a Portugal, no início do mês. A infecção foi constatada laboratorialmente por RT-PCR pelo Instituto Adolf Lutz de São Paulo (IAL/SP).

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias