MG: desabrigados e desalojados após chuvas passam de 15 mil

Governo federal vai disponibilizar R$ 90 milhões para atender às demandas relacionadas às chuvas. Ao todo, 45 pessoas morreram

atualizado 27/01/2020 12:22

ELVIRA NASCIMENTO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O mais recente boletim da Defesa Civil de Minas Gerais mostra que 15.117 pessoas estão desabrigadas ou desalojadas após as fortes chuvas que atingem o estado há quatro dias.

Segundo as autoridades que trabalham na contenção dos danos, há 12.560 desalojados e 2.557 desabrigados. O Executivo local contabiliza 121 municípios em estado de emergência. Nesta segunda-feira (27/01/2020), o governo federal reconheceu a situação em 47 cidades.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, esteve em Belo Horizonte neste domingo (27/01/2020) e garantiu que o governo federal vai disponibilizar R$ 90 milhões para atender às demandas relacionadas às chuvas.

A Defesa Civil de Minas Gerais confirmou mais uma morte em decorrência das chuvas que atingem o estado há quatro dias. Com mais esse óbito, o número de vítimas subiu para 45. A identidade da vítima não foi divulgada. Ao todo, 18 pessoas continuam desaparecidas.

Somente em Belo Horizonte, a Defesa Civil confirmou 13 mortes. Cinco eram de uma mesma família. Eles morreram após o desabamento de sua casa, na última sexta-feira (24/01/2020).

A maior parte dos óbitos ocorreram em deslizamentos e soterramentos. As tempestades atingem os mineiros há quatro dias.

A previsão do tempo indica que as tempestades continuarão nos próximos dias. Belo Horizonte deve ter mais de 100 milímetros de chuva distribuídos entre esta segunda-feira e a próxima quarta-feira (29/01/2020), de acordo com a Defesa Civil. O volume é considerado muito alto.

Na quarta-feira as chuvas serão mais fortes, podendo chegar a até 70 milímetros. Os volumes são considerados altos.

Últimas notícias