Mesmo presa, Sara Winter “convoca” para ato pró-Bolsonaro neste domingo

Perfis da extremista nas redes continuam sendo alimentados e inflamam seguidores para ato em Brasília, mas GDF fechou de novo a Esplanada

atualizado 20/06/2020 17:09

Apesar de já não terem a força de semanas anteriores, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) querem retomar as ruas neste domingo (21/06) em Brasília. Os planos devem ser atrapalhados pela decisão do governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), de fechar a Esplanada mais uma vez.

O protesto desta vez ainda não foi citado por autoridades, como o próprio presidente Bolsonaro, mas está sendo convocado por personagens como a extremista Sara “Winter” Giromini, líder do acampamento político “300 do Brasil”, desmontado pelas autoridades distritais. É uma convocação terceirizada, na verdade, já que ela está presa.

Pilotando o perfil de Sara no Twitter, outro apoiador bolsonarista insinuou que a renovação da prisão temporária dela por mais cinco dias teve justamente o objetivo de afastá-la da manifestação. Veja:

Outros perfis em redes sociais estão convocando para o ato e anunciando a viagem a Brasília de algumas caravanas de outros estados.

Como a decisão de fechar a Esplanada foi tomada na tarde deste sábado (20/06), ainda não há reorganização por parte dos promotores do ato, mas é provável que o grupo vá até o Setor Militar Urbano, onde fica o Quartel General do Exército, como em outros domingos.

Com o trânsito bloqueado da Rodoviária do Plano Piloto até a Praça dos Três Poderes, a partir das 23h59 deste sábado (20/06), o fluxo de veículos será desviado ao longo do domingo da via S2 em direção à S3 na altura do Anexo IV da Câmara dos Deputados.

Últimas notícias