Menina de 2 anos morre queimada após explosão em fogão de lenha

Mãe da criança teria deixado uma garrafa de álcool próximo ao local. Ela teve 90% do corpo queimado e não resistiu

atualizado 26/11/2019 11:39

reprodução/ redes sociais

Uma menina de apenas 2 anos teve 90% do corpo queimado após uma garrafa de álcool explodir. O material com líquido inflamável estava próximo a um fogão a lenha. As informações são da revista Crescer.

O acidente ocorreu na última terça-feira (19/11/2019), em Marcelândia (MT). Sarah chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu. Ela morreu no dia seguinte.

De acordo com o pai da criança, a garrafa estava a cerca de meio metro do fogão. João Gonçalves, 27 anos, acredita que um graveto teria caído do fogo e atingido o álcool.

“Quando cheguei, minha mulher estava, desesperadamente, tentando apagar o fogo e acabou queimando os pés e as mãos”, detalhou.

A menina foi levada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo o pai, Sarah não gritou de dor nem sofreu e, tampouco, chorou.

“Ela ficava apenas olhando com aquele olhar de quem não estava entendendo nada — e esse foi um dos momentos mais fortes para mim”, lamenta. “Que tristeza e saudade de você, minha vida. Tá sendo tão difícil”, escreveu a mãe da menina. A mensagem foi publicada em redes sociais.

Últimas notícias