Masp desiste de sediar lançamento do livro de Guilherme Boulos

Editora fala em "obscurantismo e intolerância". Museu paulistano alega que não pode realizar manifestações de caráter político

atualizado 03/05/2022 15:36

Guilherme Boulos e sua equipe monitoram a gestão de Ricardo Nunes na Prefeitura de São PauloFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – O lançamento do livro Sem Medo do Futuro, de Guilherme Boulos, iria ocorrer nesta terça-feira (3/5), às 19h, no auditório do Masp, na Avenida Paulista. Entretanto, quatro dias antes, o museu desistiu de sediar o evento, alegando ser proibida a realização de qualquer manifestação de caráter político em suas dependências.

A editora Contra Corrente, responsável pela obra, e o autor repudiaram a mudança e falaram em “obscurantismo” e “atentado à liberdade de expressão”.

O museu disse, em nota, que o lançamento precisou ser cancelado por “não estar de acordo com o artigo 2, parágrafo terceiro do estatuto social” do local, que veda a “realização de quaisquer manifestações de caráter político e/ou religioso”.

Segundo a editora, em 29 de abril, uma funcionária do museu informou que havia recebido “uma posição da diretoria do museu” sobre o evento e precisaria cancelar a locação do auditório sob o argumento de que é “uma instituição privada sem fins lucrativos, independente e isenta”, cujo estatuto proíbe a realização de manifestações políticas.

A editora afirmou que já havia realizado visitas técnicas, avaliado o espaço e assinado a minuta contratual para locação, e tanto ela quanto Boulos já estavam divulgando a data e o local do encontro nas redes sociais.

A Contra Corrente chamou a situação de “grave atentado à liberdade de expressão por uma das mais importantes instituições culturais do país” e pontuou que “não é aceitável que o Masp confunda cultura e livros com disputa política”.

“A confusão esclarece que, também a direção do Masp, ou alguém nela, tem posição: o obscurantismo e a intolerância”, comentou a editora em nota. Agora, o lançamento será feito na Livraria da Vila, na Vila Madalena, zona oeste da capital.

Mais lidas
Últimas notícias