Mapa: Prédio que desabou ficava no centro histórico de São Paulo

Tombado em 1992, a estrutura pertencente à União era classificada como "de interesse histórico, arquitetônico e paisagístico"

atualizado 01/05/2018 13:34

WILLIAN MOREIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O prédio de 24 andares que desabou durante um incêndio de grandes proporções na madrugada desta terça-feira (1º/5) ficava localizado na região do Largo do Paissandu, centro histórico da cidade de São Paulo. Tombado em 1992, o local foi palco de eventos célebres nos anos 1980 e alojou o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), mas estava ocioso desde 2009.

Localizada entre a rua Antônio Godoy e a avenida Rio Branco, a estrutura ficava próxima a pontos turísticos da cidade, como a Praça da República, o Vale do Anhangabau e a Galeria do Rock. Projetado em 1961 pelo arquiteto Roger Zmekhol, o prédio era considerado uma obra pioneira da escola modernista em São Paulo.

Também atingida pelo incêndio, a Igreja Luterana, inaugurada em 1908, é a primeira paróquia evangélica da capital, assim como o primeiro templo em estilo neogótico. De acordo com Frederico Carlos Ludwig, pastor responsável pelo templo, 80% a 90% do prédio foi destruído.

Stella Woo/Metrópoles

Últimas notícias