Manifestação na Esplanada tem “oração pela saúde de Sérgio Reis”

Buzinaço está marcado para 13h55, cinco minutos antes do horário em que o presidente do STF, Luiz Fux, fará discurso

atualizado 08/09/2021 13:24

Manifestações pró-Bolsonaro na Esplanada Marcelo Montanini/Metrópoles

Um dia após os atos bolsonaristas no 7 de Setembro, diversos caminhoneiros seguem mobilizados, nesta quarta-feira (8/9), na Esplanada dos Ministérios, em frente ao Congresso Nacional.

Eles realizaram buzinaço e cantam o Hino Nacional. Muitos seguem acampados na Praça da Bandeira. Também fizeram uma oração coletiva pela melhora da saúde do cantor sertanejo Sérgio Reis, internado no hospital Albert Einstein de São Paulo.

Um pastor subiu no carro de som e orou pela saúde do cantor e pelo presidente da República. Do alto do veículo, o religioso ainda pediu um buzinaço às 13h55, cinco minutos antes do horário previsto para ocorrer o discurso do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux.

Após a oração, os manifestantes cantaram a música Saudade de Minha Terra, de autoria do sertanejo.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

Há diversas faixas exigindo a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), e pessoas com bandeiras do Brasil e camisas verdes e amarelo. Caminhões e ônibus estacionados mostram que o acordo feito com a Segurança Pública do Distrito Federal, de tirarem os veículos do local, não foi obedecido.

Na manhã desta quarta, manifestantes pró-Bolsonaro tentaram invadir o prédio do Ministério da Saúde. O tumulto teria começado quando um homem criticou o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Os manifestantes cercaram o indivíduo e atacaram equipes de televisão que estavam no local.

Também desobedecendo ordens da segurança do DF e furando o bloqueio da PM, algumas pessoas vestidas de verde e amarelo circulavam na Praça dos Três Poderes. A presença de pedestres só é permitida até a altura dos Ministérios da Justiça (na ala norte) e das Relações Exteriores (na ala sul).

A Esplanada permanece interditada. Segundo a SSP-DF, “a liberação das vias ocorrerá após avaliação do cenário por parte das autoridades de trânsito”. A PM informou que não há previsão para a liberação das vias.

Mais lidas
Últimas notícias