Mãe não acreditou na filha, de 13 anos, que morreu grávida do pai

A jovem estava com gestação de 25 semanas, mas teve parto prematuro. Suspeito está foragido

abusoreproduçaõ

atualizado 13/12/2019 15:29

A menina de 13 anos que morreu grávida do pai, Tomé Silva Faba, 36 anos, contou à mãe os abusos que sofria, mas a mulher não teria acreditado, segundo informações da polícia. A garota estava gestante de 25 semanas e teve complicações de saúde.

“A vítima foi questionada pela mãe em relação ao pai da criança, quando relatou que tinha sido o próprio pai. A mãe da adolescente não acreditou”, contou o delegado José Barradas, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari (AM).

A adolescente entrou em trabalho de parto prematuro e não resistiu. A criança está em uma incubadora. O suspeito do estupro está foragido.

Leia a reportagem completa no portal Manaus Alerta, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias