*
 

A preocupação com os problemas de segurança pública no Brasil cresce em cada canto do país. Dados revelados pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2018, lançado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), nesta quinta-feira (30/8), indicam as principais problemáticas enfrentadas pelo Distrito Federal (DF) e as outras unidades da Federação.

Segundo a pesquisa, os gastos do governo com a segurança pública no DF caíram 17,6%. O número de cargas roubadas aumentou para 79%. Os homicídios ficaram concentrados em cinco regiões da capital do país: Ceilândia, Planaltina, Samambaia, Gama e Santa Maria. Em contrapartida, as mortes violentas intencionais tiveram uma queda de 32,3%.

O estudo do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2018 é destinado a discutir os problemas de cada estado. São 15 dados embasados por uma análise produzida por especialistas de cada unidade da federação. Entre esses números, destacam-se, por exemplo, as mortes violentas intencionais (resultado da soma de homicídios dolosos, mortes decorrentes de ações policiais, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte). Acesse o levantamento completo aqui.