*
 

Enviada especial a Curitiba (PR) – Preso desde o último sábado (7/4) na Superintendência Regional da Polícia Federal, na capital paranaense, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva receberá visitas em dias diferentes dos demais presos que estão detidos no local.

A afirmação é da presidente do Conselho da Comunidade a Região Metropolitana de Curitiba, órgão da execução penal, Isabel Mendes. Segundo ela, a informação foi repassada pelo Superintendente Substituto da PF no Paraná, Roberval Vicalci, em reunião na tarde desta terça-feira (10).

Como as visitas acontecem normalmente às quartas-feiras, Lula deverá receber os filhos em outro dia da semana. A intenção é que os familiares do ex-presidente não encontrem com parentes de seus delatores – o ex-ministro petista Antonio Palocci, o ex-diretor da OAS Léo Pinheiro e o ex-diretor da Petrobras Renato Duque. Eles cumprem suas penas no mesmo edifício do ex-presidente da República, mas em alas diferentes.

Ainda de acordo com Isabel, Vicalci contou que o líder petista ainda não solicitou visita nem banho de sol. Haveria um lugar – uma espécie de varanda, onde antes funcionava um fumódromo da superintendência – separado para que o Lula tomasse sol e se exercitasse. No entanto, ele estaria impaciente e indisposto para realizar essas atividades.

Vistoria
O Conselho da Comunidade a Região Metropolitana de Curitiba também solicitou à direção da Polícia Federal para vistoriar a sala onde o ex-presidente está detido. A medida faz parte da fiscalização da execução da pena do político, condenado a 12 anos e 1 mês de cadeia, por corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex do Guarujá (SP).

Confira a íntegra do pedido feito pela entidade: 

Ofício Polícia Federal by Metropoles on Scribd

 

Mesmo sem a confirmação de que poderão ver Lula, seus filhos devem ir à Superintendência da PF nesta quarta-feira (11) com o objetivo de visitá-lo. Outro que deve passar por lá, com o mesmo objetivo, é o pré-candidato à Presidência da República pelo PSol, Guilherme Boulos.