Lula agradece a Maduro oxigênio enviado a Manaus: “Grandeza política”

Os caminhões com mais de 100 mil m³ chegaram na noite de terça-feira (19/1) à capital do Amazonas, que enfrenta crise na saúde

atualizado 22/01/2021 12:13

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

Na manhã desta sexta-feira (22/1), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva agradeceu ao mandatário da Venezuela, Nicolás Maduro, o envio de caminhões carregados com 100 mil m³ de oxigênio para as unidades hospitalares de Manaus (AM), que entraram em colapso após o aumento de casos da Covid-19.

No Twitter, o petista classificou a atitude de Maduro como grandeza política. Ele aproveitou para alfinetar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Disponibilização imediata

Na quinta-feira (14/1), o chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, anunciou nas redes sociais que o país disponibilizaria “imediatamente” oxigênio para as unidades hospitalares de Manaus (AM), que entraram em colapso com a nova onda da Covid-19.

Segundo Arreaza, as instruções foram dadas pelo presidente Nicolás Maduro. “Solidariedade latino-americana em primeiro lugar”, ressaltou.

Respondendo à publicação do chanceler venezuelano, o governador do Amazonas, Wilson Lima, agradeceu a solidariedade dos venezuelanos.

0

 

Mais lidas
Últimas notícias