Os latidos de um cachorro salvaram a vida de uma menina de três anos no povoado de Barbosilândia, entre os municípios de Posse e Damioanópolis, na região nordeste de Goiás. A criança foi resgatada na madrugada dessa terça-feira (12/2) pelo Corpo de Bombeiros de Goiás após ficar oito horas perdida na mata. A garotinha agora passa bem e já está com os pais.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a criança saiu de casa logo após o jantar, por volta das 18h30. Sentindo a sua falta, familiares começaram a procurar pelo povoado, mas, sem sucesso, resolveram acionar os bombeiros já perto da meia-noite.

Os militares encontraram pegadas da menina e, durante a busca, ouviram os latidos do cachorro que acompanhou a criança durante todo o tempo. Ela foi encontrada dormindo a cerca de 2,5 quilômetros de casa, dentro da mata, o cachorro estava ao lado dela.

Foram justamente os latidos do cão que possibilitaram a localização da menina após duas horas de buscas. A pequena estava com frio, assustada e com picadas de inseto, mas não apresentava ferimentos e foi deixada aos cuidados da família. Os nomes da criança e dos pais não foram divulgados.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Bombeiros Militares de Posse foram acionados na madrugada desta terça-feira, 12, para resgatar uma criança de três anos que estava desaparecida em uma mata. O acionamento foi por volta da meia noite e a criança estava no Povoado de Barbosilândia, na Fazenda Palmeirinha. A criança teria saido de casa após o jantar, por volta das 18h30, quando a família sentiu falta da vítima. Eles procuraram na vizinhança do povoado e não a encontraram. Foi quando acionaram o @cbmgo pelo telefone de emergência 193. Após conversar com moradores do povoado, a equipe do @cbmgo começou a busca na mata. A criança estava acompanhada de um cachorro que deixou rastros no caminho. Foi justamente pelo latido do cachorro que os bombeiros conseguiram localizar, após duas horas de busca, a menina que estava dormindo na mata a cerca de dois quilômetros do povoado. A vítima, apesar de estar com muito frio e assustada, não apresentava ferimentos. Ela foi deixada aos cuidados da família que agradeceu o trabalho realizado pela CIBM de Posse. #cbmgo #bombeiros #bombeirosgoiasoi

Uma publicação compartilhada por Bombeiros Goiás (@cbmgo) em