Tribunal de Justiça do Paraná concede HC para Beto Richa

Desembargadores consideraram que os fatos que levaram à prisão preventiva do tucano são antigos, ainda do período em que ele era governador

atualizado 04/04/2019 17:54

Ricardo Almeida / ANPr

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) concedeu habeas corpus ao ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) na tarde desta quinta-feira (4/4). Por dois votos a um, os desembargadores acataram o pedido da defesa do tucano. As informações são do G1.

A informação, confirmada ao portal, diz que desembargadores consideraram que os fatos que levaram à prisão preventiva de Richa são antigos, ainda do período em que ele era governador.

Segundo decisão do TJ-PR, o político vai ter que cumprir medidas cautelares para permanecer em liberdade. Richa não vai usar tornozeleira eletrônica, mas deve entregar o passaporte, cumprir recolhimento domiciliar e não poderá ter contato com os demais réus na Quadro Negro. Além disso, o ex-governador também fica proibido de trabalhar para qualquer instituição pública.

Prisão
O ex-governador foi preso no dia 19 de março, por suspeita de corrupção para obstruir a Justiça. A ação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Curitiba, é mais um desdobramento da Operação Quadro Negro, segundo o G1.

Essa foi a terceira prisão de Richa. A Operação Quadro Negro investiga o desvio de milhões de reais da construção de escolas estaduais.

Últimas notícias