TRF-4 publica decisão que mantém condenação de Dirceu

Na quinta-feira (19/4), a 4ª Seção da Corte rejeitou recurso do petista, que deve cumprir prisão de 30 anos e 9 meses

atualizado 20/04/2018 21:57

Ricardo Botelho/Especial para o Metrópoles

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) publicou nesta sexta-feira (20/4) acórdão sobre o julgamento dos embargos infringentes do ex-chefe da Casa Civil do governo Lula, José Dirceu. Na quinta-feira (19/4), a 4ª Seção da Corte rejeitou recurso impetrado pela defesa do petista e manteve a condenação de 30 anos e 9 meses. As informações são do Antagonista.

Segundo a reportagem, Dirceu foi intimado na noite desta sexta (20). Diante disso, sua defesa terá 12 dias ao todo (não valem fins de semana e feriados) para apresentar a última apelação – os embargos de declaração.

Na soma, o prazo de José Dirceu vai até 2 de maio. Uma vez esgotados os recursos na segunda instância – considerando que o ministro Dias Toffoli negou a liminar solicitada ao Supremo Tribunal Federal (STF) –,  o petista voltará à cadeia.

Últimas notícias