Rocha Loures disse que não sabia dos R$ 500 mil em mala

Ex-assessor do presidente Michel Temer foi flagrado, em dezembro de 2017, dando uma "corridinha" com uma bagagem recheada de dinheiro

atualizado 26/04/2018 15:49

André Dusek/Estadão

Rocha Loures, ex-assessor do presidente Michel Temer (MDB), se pronunciou pela primeira vez desde que foi preso após ser flagrado carregando uma mala com R$ 500 mil. A acusação feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) coloca Temer como destinatário final do dinheiro.

Loures afirmou que, “sem saber qual era o conteúdo”, recebeu a bagagem do delator do grupo da JBS, Ricardo Saud, e completou dizendo “desconhecer quaisquer pagamentos e condições”.

Ele também negou saber detalhes sobre o assunto à época. A informação são do Jornal O Globo.

 

 

Últimas notícias