*
 

A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) teve seu pedido de participar do aniversário de seu pai, o ex-deputado condenado no Mensalão e atual presidente do PTB, Roberto Jefferson, nesta quinta-feira (14/6), autorizado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin. A informação é do jornal O Globo.

Cristiane e seu pai são alvos da Operação Registro Espúrio e ambos foram proibidos de manter contato com outros investigados na ofensiva da Polícia Federal.

Segundo o jornal carioca, Fachin ponderou em sua decisão que as restrições impostas à deputada, também proibida de frequentar o Ministério do Trabalho, são apenas de caráter penal, “não se relacionando a questões de direito de família”.

A Operação Registro Espúrio investiga fraude no processo de análise, concessão e publicação de registros sindicais solicitados por entidades de todo o país. A ação faz referência, ainda, a outras infrações como o indeferimento de registro sindical a entidade que preenchia os pressupostos legais exigidos para o procedimento.

Fraude de ONG
Ainda de acordo com o jornal O Globo, Roberto Jefferson e Cristiane Brasil são acusados de orientar a fraude de uma ONG prestadora de serviços à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) para obter registro sindical no Ministério do Trabalho.

O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado do Rio (Sindaperj), Wilson Antônio Camilo Ribeiro, denunciou o caso ao Ministério Público Federal (MPF) e ao Ministério do Trabalho. Essa denúncia foi a base da operação que investiga pai e filha.

 

 

COMENTE

Cristiane BrasilRoberto JeffersonOperação Registro Espúrio
comunicar erro à redação

Leia mais: Justiça