Dono da Havan é processado por calúnia pelo PT: “Lula cachaceiro”

O empresário teria compartilhado uma imagem na qual uma placa aparece em repúdio ao ex-presidente

ReproduçãoReprodução

atualizado 30/12/2019 10:37

O Partido dos Trabalhadores informou, na noite desse domingo (29/12/2019), que os advogados da legenda entraram com uma ação judicial contra Luciano Hang, dono da redes de loja Havan.

O processo foi aberto um dia após Hang publicar nas redes sociais um vídeo de um avião carregando uma faixa com o dizer: “Lula cachaceiro, devolve meu dinheiro”.

A ação por calúnia e difamação contra Hang, classificado pelo partido como “empresário bolsonarista”, tem como pedido uma indenização por danos morais e tutela inibitória.

Segundo nota do partido, a ação pede que as mensagens sejam proibidas nas praias brasileiras e que Luciano Hang seja responsabilizado pela iniciativa.

A justificativa dada pelo partido é de que “tais frases maculam diretamente a imagem e a honra do ex-presidente”.

Últimas notícias