Defesa de Temer entra com habeas corpus no STJ

A Justiça concedeu ao ex-presidente a possibilidade de se apresentar espontaneamente até às 17h desta quinta-feira (09/05)

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 09/05/2019 15:47

A defesa do ex-presidente Michel Temer apresentou nesta quinta-feira (09/05/2019) um pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Nesta quarta-feira (08/05/2019), a Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) decidiu que Temer e o coronel da reserva da Polícia Militar paulista João Baptista Lima Filho deveriam ser presos novamente. Por 2 votos 1, a turma revogou a liminar que havia liberado os dois da prisão quatro dias após serem detidos, em março.

A relatoria do processo no STJ ainda não foi definida, mas há uma expectativa de que o habeas corpus seja encaminhado para o ministro Antonio Saldanha, segundo apurou o Estado.

A Justiça concedeu ao ex-presidente a possibilidade de se apresentar espontaneamente até às 17h desta quinta-feira. Se até lá Temer não se entregar, a Polícia Federal irá prendê-lo.

Temer e coronel Lima são alvos da Operação Descontaminação, desdobramento da Operação Lava Jato no Rio para investigar supostos desvios em contratos de obras na usina Angra 3, operada pela Eletronuclear. Os investigadores apontam desvios de R$ 1,8 bilhão.

Últimas notícias