metropoles.com

Justiça do Rio concede adicional noturno a um delegado pela 1ª vez

O delegado trabalha em escala de plantão e parte da carga horária em período noturno, sem ganhar nada a mais por isso. Decisão foi unânime

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução/ Arquivo Pessoal
Pela primeira vez no Rio, delegado passa a ganhar adicional noturno após decisão judicial
1 de 1 Pela primeira vez no Rio, delegado passa a ganhar adicional noturno após decisão judicial - Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal

Rio de Janeiro – Pela primeira vez, o Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro reconheceu o direito ao recebimento de adicional noturno a um delegado da Polícia Civil.

Embora esteja previsto na Constituição Federal e Estadual, o estado nunca realizou os pagamentos. Em setembro de 2021, a Lei 9.414/21 foi sancionada pelo governador Cláudio Castro, que autoriza o governo estadual a conceder adicional noturno aos policiais civis com expediente entre 22h e 5h.

Adicional

A ação movida pelo advogado Ricardo Monteiro foi proposta para viabilizar o direito de receber o adicional noturno, já que o delegado trabalha em escala de plantão de 24h x 72h, sendo parte dessa carga em período noturno, sem ganhar nada a mais por isso.

“Trata-se de Lei meramente autorizativa” e que “a iniciativa legislativa não tem o condão de constituir óbice à incidência imediata das normas protetoras dos direitos fundamentais, cujo exercício não se pode subordinar aos intrincados meandros da discricionariedade administrativa dos governantes”, disse o desembargador Milton Fernandes, Relator do processo, em seu voto.

Carga maior

“Esse processo superou essa lei. Além de trabalhar à noite, esse delegado trabalhava em uma carga horária maior do que um policial que trabalhava no período diurno, extrapolando as 40 horas semanais. O motivo desse adicional noturno é justamente recompensar esse desgaste”, explicou o advogado Ricardo Monteiro ao Metrópoles.

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça é composto por 25 desembargadores e a decisão foi unânime:

“Além de inédita e pioneira, essa decisão vai abrir precedente para diversos outros delegados que trabalham em regime de plantão e horário noturno para poder receber esse adicional através de decisões judiciais”, explicou a defesa do delegado.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações