*
 

A Justiça desobrigou a Petrobras de fornecer gás natural a uma termelétrica do grupo J&F, em Cuiabá. A decisão é do juiz Luiz Eduardo Castro Neves, da 21ª Vara Cível da Capital. Ele revogou, nesta sexta-feira (1º/9), liminar que obrigava a estatal a restabelecer o fornecimento de gás para a termelétrica  administrada pela Âmbar Energia, do grupo J&F.

O juiz considerou que não há razões de urgência apontadas no processo pela Âmbar e considerou que, passados três meses desde a rescisão do contrato de fornecimento, não houve apagão no Mato Grosso ou em outro estado do país.

Castro Neves acrescentou que a transmissão de energia no país é feita de forma integrada e há possibilidade de abastecimento por outras formas, o que afasta o risco de desabastecimento. Procurada, por meio de sua assessoria, a J&F informou que não ia comentar a decisão judicial.

 

 

COMENTE

JustiçaJoesley Batista^j&f
comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil