Justiça concede liberdade a secretário que atropelou e matou mulher

Vítima tinha 39 anos e foi atropelada quando caminhava em Dois Riachos. Ricardo Rosa foi exonerado da Secretaria de Saúde após decisão

atualizado 28/07/2021 19:10

Ricardo MedeirosArquivo pessoal

Nesta quarta-feira (28/7), a Justiça de Alagoas permitiu a liberdade de Ricardo Medeiros Rosa, ex-secretário secretário de Saúde do município de Santana do Ipanema. Ele atropelou uma mulher que caminhava e veio a óbito em seguida.

Até esta manhã, Ricardo era secretário de Saúde de Santana do Ipanema, município localizado a quase 205 quilômetros de Maceió, no Sertão de Alagoas. Após a decisão da Justiça, Ricardo foi exonerado do cargo.

Jenilda Bento, a vítima, de 39 anos, foi atropelada em Dois Riachos, onde era servidora da educação, e deixa três filhos.

Ricardo Rosa foi preso e autuado em flagrante por homicídio culposo e embriaguez ao volante. Para ser liberado, o juiz definiu fiança de 10 salários mínimos e determinou cumprimento de medidas cautelares.

O Ministério Público Estadual (MPAL) havia pedido a prisão preventiva de Ricardo Medeiros, para garantir que ele não pudesse responder o processo em liberdade, mas a Justiça decidiu soltá-lo, de acordo com o G1.

A promotora de Justiça Jheise de Fátima Lima da Gama afirma que o ex-secretário assumiu o risco de matar ao consumir bebida alcoólica e dirigir.

“Foram achadas dez latas de cerveja no carro, sendo sete abertas, e ele não prestou socorro à vítima, apenas sendo preso porque a PRF efetuou diligências atrás dele”, argumenta.

Em nota, a prefeita de Santana do Ipanema comunicou a exoneração de Ricardo e prestou solidariedade à vítima e aos amigos e familiares.

Últimas notícias